sexta-feira, 20 de junho de 2014

EM NOTAS ENVIADAS EM MAIO, JUNHO E JULHO DE 2013 PARA PUBLICAÇÃO NO PAINEL DO LEITOR DA FOLHA DE S. PAULO E NA SEÇÃO DE CARTAS DO DIARIO DE PERNAMBUCO


EM NOTAS ENVIADAS EM MAIO, JUNHO E JULHO DE 2013 PARA PUBLICAÇÃO NO PAINEL DO LEITOR DA FOLHA DE S. PAULO E NA SEÇÃO DE CARTAS DO DIARIO DE PERNAMBUCO, MOSTREI A NECESSIDADE IMPERIOSA DE IMPEACHMENT PARA CASSAÇÃO DO MANDATO DO VEREADOR LEONARDO CHAVES DA SILVA, PROTAGONISTA DOS ATOS DE VANDALISMO QUE TIVERAM COMO PALCO O PLENÁRIO DA CÂMARA MUNICIPAL DE CARUARU
Ele foi alvejado por Editorial, robustas e amplas matérias de jornais da reputação do ESTADO DE S. PAULO (ESTADÃO), FOLHA DE S. PAULO, O GLOBO, DIARIO DE PERNAMBUCO, CORREIO BRAZILIENSE, JORNAL DO COMMERCIO, FOLHA DE PERNAMBUCO, além da imprensa internacional que não pouparam palavras contra as incríveis bandalheiras que aconteceram na Casa Jornalista José Carlos Florêncio 
 

Em notas enviadas em maio e junho de 2013 para publicação no PAINEL DO LEITOR da FOLHA DE S. PAULO e da Seção de Cartas do DIARIO DE PERNAMBUCO, mostrei a necessidade imperiosa de impeachment para cassação do mandato do edil Leonardo Chaves da Silva - e, posteriormente, em outras notas envidas, fiz ver as autoridades competentes a precisão de uma vassourada completa e irrestrita na Câmara Municipal de Caruaru. A falta de decoro parlamentar agravada por uma sequência de atos de vandalismo tendo como protagonista o presidente da Casa, que foi duramente alvejado por Editorial, robustas e amplas matérias de jornais da reputação da FOLHA DE S. PAULO, O ESTADO DE S. PAULO (ESTADÃO), O GLOBO, DIARIO DE PERNAMBUCO, CORREIO BRAZILIENSE, JORNAL DO COMMERCIO, FOLHA DE PERNAMBUCO, além da imprensa internacional que não pouparam palavras contra os atos deploráveis que tiveram como palco predileto o Plenário da Casa Jornalista José Carlos Florêncio. Tivesse o pleno do excelso Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) tomado medidas enérgicas de cassação de mandato do vereador Leonardo Chaves da Silva - e, em seguida, do edil José Ailton do Nascimento ou do prefeito José Queiroz de Lima, trinômio que andam de mãos dadas e em perfeita harmonia, a situação vexatória não teria chegado ao caos que chegou. Questiona-se o porquê do dueto Leonardo Chaves da Silva e José Ailton do Nascimento, elementos que atuam em sintonia e afinidade com os donos do poder (José Queiroz de Lima e Jorge Gomes) não terem sido enquadrados no rol. dos elementos nocivos, corruptos e corruptores? Qual a razão do vereador José Ailton do Nascimento, "afilhado do prefeito" ter denunciado falcatruas na Prefeitura Municipal de Caruaru? Ele mostra, através de vídeo na Internet correndo mundo afora pelos blogs e redes sociais malversação do dinheiro público na pálida e questionável gestão de José Queiroz de Lima, que teve contas rejeitadas pela Contralodoria Geral da União (CGU), em Brasília. Diante de tamanha omissão, cabe ao jornalismo investigativo mostrar aos país a verdade que se esconde pelas artimanhas do donos do poder. Os exorbitantes e excessivos aumentos de salários dos vereadores - e, principalmente, do presidente da Casa, incríveis bandalheiras que ganharam notoriedade na imprensa nacional e internacional já mostrava claro e indiscutivelmente, a cara de uma bancada política corrupta, desclassificada e desmoralizada. A perda dos dez mandatos que a questão infunde - é, sem dúvida, quanto a expectativa da evidente impunidade aos restantes dos marajás que usufruem de privilégios e algo mais junto ao Executivo. Os vereadores violaram a Constituição e conspiraram contra o município em detrimento de interesses escusos. Nunca se aflorou na Casa Jornalista José Carlos Florêncio uma bancada de vereadores tão desqualificada para querer desmoralizar uma cidade rica das mais nobres tradições. Basta citar aqui e agora, o formidável exemplo do ex-vereador e repentista famoso Rogério Menezes, que dignificou o seu mandato como vereador e presidente da Casa e um dos maiores expoentes de sua história. Ele presenciou "in loco" atos de vandalismo protagonizados pelo presidente do Deliberativo, e se disse estarrecido diante do comportamento antiético, sem escrúpulo do vereador Leonardo Chaves da Silva, que usa e abusa do poder ao logo de quarenta anos ininterruptos , fabricando uma avalanche de mandatos consecutivos, acrescidos mais sete vezes presidente da Câmara, entendido pelos Expert em ciência política como "negócio altamente rentável." O que se polemiza com razão , o retardo do Judiciário gera a expectativa de uma crise de grandes proporções no bojo da Câmara de Vereadores e no seio da sociedade caruaruense, cujas consequências redundará em perda do colossal conceito e grandioso prestígio alcançados pela Câmara Municipal de Caruaru. E, em consequência disso, Caruaru vive sob o signo de uma ruptura político-institucional. Até quando, não sei? 
José Benigno – é jornalista, professor, acadêmico, analista político,  estagiário do Centro de Estudos do Desenvolvimento de São Paulo, ex-bolsista especial da Embaixada Americana, presentemente escrevendo, “O Despertar de Uma Grande Nação”e “Berço da Liberdade, Pedaço Imortal do Brasil.”

À APURAÇÃO RIGOROSA SOBRE O VÍDEO QUE MOSTRA CORRENDO MUNDO AFORA NA INTERNET PELAS REDES SOCIAIS, JORNAIS, REVISTAS, RÁDIOS, TVs,

À APURAÇÃO RIGOROSA SOBRE O VÍDEO QUE MOSTRA CORRENDO MUNDO AFORA NA INTERNET PELAS REDES SOCIAIS, JORNAIS, REVISTAS, RÁDIOS, TVs, O VEREADOR JOSÉ AILTON DO NASCIMENTO (PDT) FAZENDO GRAVES DENÚNCIAS DE FALCATRUAS EM LICITAÇÕES NO DESGOVERNO DE JOSÉ QUEIROZ DE LIMA, ESTÁ A EXIGIR, À ADOÇÃO DE MEDIDAS ENÉRGICAS E URGENTES DAS AUTORIDADES COMPETENTES
E, principalmente, pelo fato do vereador denunciante ser visto pela mídia como raposa velha e esperta – e um dos afilhados dos donos do poder que reza na cartinha da prefeitura e dá sustentação político-administrativa ao questionado prefeito de Caruaru?
A imprensa escrita, falada e televisada do país publicaram robustas e consistentes matérias sobre o vídeo que corre mundo afora, que mostra o vereador José Ailton do Nascimento (PDT), 1° Vice-Presidente da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Caruaru, que pertence ao mesmo partido e grupo político do prefeito José Queiroz de Lima (PDT) tecendo severas denúncias de falcatruas em licitações no desgoverno de José Queiroz de Lima, que vem sendo bombardeado pela mídia. E, principalmente, pelo fato da gravidade da denúncia partir de um vereador conhecido nos bastidores políticos como raposa velha e esperta, que pertence ao próprio grupo que dá sustentação político-administrativa ao questionado prefeito de Caruaru que teve contas rejeitadas por Organização Não Governamental (ONGs). Portanto, faz-se mister e urgente, que a denúncia, está a exigir a apuração da responsabilidade administrativa. Cabem ao Ministério Público, Polícia Federal, Tribunal de Contas do Estado e a imprensa escrita, falada e televisada, averiguação rigorosa e implacável dos fatos. A divulgação do vídeo põe o prefeito José Queiroz de Lima na berlinda. E a opinião pública começa a cobrar com justos e reconhecidos direitos persa de mandatos para salvaguardar a Verdade e à Justiça. Se forem comprovadas a veracidade das bombalescas denúncias do vereador José Ailton do nascimento (PDT), a cassação do mandato do prefeito de Caruaru se torna um imperativo categórico. Em caso de inverdades, de ultraje a dignidade humana, que o vereador José Ailton do Nascimento (PDT) tenha prontamente o seu mandato cassado pelo excelso Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). Por que o Ministério Público que vem de ingressar com ação civil contra os suspeitos, cobrando cassação dos mandatos dos dez vereadores afastados pela Justiça não se pronuncia sobre o vídeo que o vereador José Ailton do Nascimento (PDT) pôs na Internet, a propósito de improbidade administrativa? Nos termos dos artigos 70 e 71 da Carta Magna, a fiscalização da administração pública é exercida pelo Poder Legislativo, mediante controle externo, com o auxílio dos Tribunais de Contas. Atualmente, muito se fala sobre as consequências da irregularidade das contas, principalmente no tocante à possível inelegibilidade do responsável por contas irregulares. Partindo dessa premissa, respaldado pela Constituição, a Câmara de Vereadores de Caruaru se mobilizava para instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), com a finalidade precípua de apurar com rigor prováveis irregularidades nas contas do prefeito José Queiroz de Lima (PDT) e do ex-prefeito e atual deputado estadual, Antônio Geraldo Rodrigues (Tony Gel), pisaram numa casca de banana e estão pagando o preço da burrice. Foi o rastilho que explodiu venenoso no Plenário da Casa Jornalista José Carlos Florêncio – e não tardou a surgir retaliações e um clima de hostilidades mútuas e recíprocas ganhando corpo a cada reunião, sob os apupos de uma galeria que não suportava mais o uso espúrio do arbítrio do vereador Leonardo Chaves da Silva (PSD), presidente da Casa, que usa e abusa de poder ao longo de mais de 40 anos a fio. E tudo isso que vem ocorrendo justifica-se  pela omissão das autoridades competentes que não tiveram até agora coragem de tomar providências enérgicas. Ora, a prestação de contas ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) é um dever constitucional. E o prefeito José Queiroz de Lima (PDT) tem que prestar contas também ao Legislativo Municipal que emitirá um Parecer Prévio, favorável ou contrário à aprovação das contas, que constitui uma análise técnica da avaliação do desempenho do Chefe do Executivo no resultado da gestão orçamentária, financeira e patrimonialJosé Benigno – é jornalista, professor, acadêmico, analista político,  estagiário do Centro de Estudos do Desenvolvimento de São Paulo, ex-bolsista especial da Embaixada Americana, presentemente escrevendo, “O Despertar de Uma Grande Nação”e “Berço da Liberdade, Pedaço Imortal do Brasil.”

quarta-feira, 18 de junho de 2014

BARBOSA DE SOUZA ADVOGADOS ASSOCIADOS,

BARBOSA DE SOUZA ADVOGADOS ASSOCIADOS, NOME QUE GANHOU FAMA NO UNIVERSO DA ADVOCACIA BRASILEIRA. COM A MARCA DA EXPERIÊNCIA E O DIFERENCIAL NO COMPROVADO KNOW-HOW DE SEUS NOTABILIZADOS PROFISSIONAIS         
O QUE DÁ A EXATA DIMENSÃO DE ADVOCACIA DE QUALIDADE, COM RESULTADOS DE EXCELÊNCIA
Ao Longo de quarenta anos a fio de excelentes serviços prestados à sociedade pernambucana, o Escritório Barbosa de Souza Advogados Associados (BSAA) traz experiência e o diferencial no preparo de seus notabilizados profissionais, Dr. José Barbosa de Souza, Dr. Joaquim Neto e Dr. Diego Santos. Com sedes nas cidades de Limoeiro, Surubim, Carpina e Gravatá, o escritório tornou-se um amplo prestador de serviços estadual e nacional. A atenção dispensada ao cliente, no zelo com as causas tem garantido respaldo ao grupo que possui um excelente preparo jurídico. E se projeta no universo jurídico brasileiro como um dos mais bem-sucedidos e reputados. Em outros Estados brasileiros, o escritório tem atuação destacada na Bahia, Paraíba, Rio Grande do Norte, Alagoas, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Maranhão, São Paulo e Rio de Janeiro.
Consultas, Assessoramento Jurídico e Patrocínio de Defesa e Ações. O assessoramento de qualificados profissionais significa tranquilidade emocional e ganho patrimonial. É assim que o Escritório Barbosa de Souza Advogados Associados oferece o que há de melhor, em excelência profissional jurídica, com advogados especializados nas áreas Trabalhista, Fiscal, Cível, Penal, Processual, e de Interesse Público. /// Assessoramento EmpresarialO Escritório dá assessoria a empresas, nos mais diversos ramos de atividades, levando serenidade e soluções, bem como prevenindo futuras questões jurídicas. Assistência Trabalhista e Cível /// Para proteção patrimonial e intelectual o escritório oferece defesas e ações de excelências nessas áreas, sendo certo que o cliente fica tranquilo em relação aos seus direitos. /// Acompanhamento Criminal /// Com a sensibilidade humanista o escritório desenvolve defesa de excelência na área criminal. Levando ao cliente a necessária tranquilidade de ter a seu dispor profissionais competentes, de comprovado know-how e atualizados neste ramo do Direito. Patrocínio Geral /// As defesas e ações ainda se dão nos ramo previdenciário, de interesse de menor, comercial, pequenas causas, administrativo, constitucional,  Dr. J.BARBOSA DE SOUZA - I Especializado em Direito Penal e Direito Tributário; II – Professor de Língua Portuguesa: III – Auditor Fiscal aposentado do Estado de Pernambuco; IV – Escritor, com várias obras publicadas; V – Escolhido, por várias vezes, o Advogado do Ano, em Limoeiro (Cidade Princesa do Capibaribe) Dr. JOAQUIM NETO – I Pós-graduado Lato Sensu pela Escola Superior de Magistratura de Pernambuco; ii – Pós-graduado em Direito Processual; III – Pós-graduado em Ciências Criminais; IV – Melhor Advogado Empresarial – FIC 2009/2010/2011/2012; V – Melhor Advogado Empresarial – Personalidades Gold 2011/2012; VI – Melhor Advogado Revelação – Revista Gravatá 2010/2012; VII – Pós-graduado em Direito e Processo Previdenciário. Causas: Empresariais, bancárias, Do Consumidor, Fiscais, Tributárias, Cíveis, Públicas, Criminais e Previdenciárias. J. BARBOSA DE SOUZA É professor dos mais laureados, advogado dos mais consagrados, escritor com projeção no universo das ideias, jurista de renome nacional, ele dá lustre a vida pública de Pernambuco. Limoeirense de boa cepa, que pertence a uma geração de grandes mestres da Língua Portuguesa, homem de caráter rijo e compostura perfeita, um grand-seigneur de velhos e saudosos tempos, no sentido lato da palavra. Nome de que se pode ufanar a grandeza do gênero humanoJosé Benigno – é jornalista, professor, acadêmico, analista político,  estagiário do Centro de Estudos do Desenvolvimento de São Paulo, ex-bolsista especial da Embaixada Americana, presentemente escrevendo, “O Despertar de Uma Grande Nação”e “Berço da Liberdade, Pedaço Imortal do Brasil.”Luciene Maria da Silva – Pré-universitária de Direito e de Ciências da Computação, é inventora e responsável pela estética e diagramação das matérias do Blog. É colunista adjunta de POLÍTICA DE HOJE, GENTE CHIQUE E CONEXÃO JURÍDICA, escreve com assiduidade desde 2007 para Cartas à Redação do Diario de Pernambuco.                   

segunda-feira, 16 de junho de 2014

COMO NÃO HÁ TERMOS COMPARATIVOS ENTRE AS FUNÇÕES DE UM MINISTRO DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL (STF)

COMO NÃO HÁ TERMOS COMPARATIVOS ENTRE AS FUNÇÕES DE UM MINISTRO DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL (STF) E UM MALFADADO VEREADOR-PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE CARUARU, LEONARDO CHAVES DA SILVA (PDS) 
UM MINISTRO DA EXCELSA CORTE DE JUSTIÇA DO PAÍS FAZ JUS E MERECIMENTO A UM SALÁRIO DIFERENCIADO, FACE À RELEVANTE FUNÇÃO QUE EXERCE NO CONTEXTO DA VIDA DA NAÇÃO

Técnicos calculam que a remuneração de um Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) pode atingir um patamar de R$ 39. 774, 00, o que ultrapassaria o teto constitucional. Como não há termos comparativos entre as funções de um Ministro da mais Alta Corte de Justiça do País – e um vereador-presidente da Câmara Municipal de Caruaru, Leonardo Chaves da Silva (PDS), que faltou com decoro parlamentar, protagonizou atos de vandalismo sem precedente, fez uso e abuso do poder para impor exorbitantes salários que ultrapassam os R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais) - com a anuência de seus colegas – e, principalmente, do grupo dos treze, onde aparecem José Ailton do Nascimento (PDT), Ricardo Liberato, Marcelo Gomes, Lula Tôrres, entre a tropa de elite que usufruem das gostosuras dos Poderes Legislativo e Executivo, e profundamente lamentável, diante da omissão e equidistância do Poder Judiciário e do Ministério Público, em Caruaru, que não se pronunciaram sobre os gravíssimos problemas que tiveram como palco o plenário da Casa Jornalista José Carlos Florêncio. Ora, se se levantassem cálculos sobre os elevados gastos com o aparato que cerca Leonardo Chaves da Silva e o grupo dos treze privilegiados que dá sustentação político-administrativa ao desgoverno de José Queiroz de Lima, que teve contas rejeitadas pela Controladoria Geral da União (CGU), eu diria sem exagero de cálculo e sem medo de errar, que um Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) faz jus e merecimento a um salário diferenciado face à relevante função que exerce no contexto da vida Nação. A propósito dos nomes dos vinte e sete assessores que Leonardo Chaves da Silva (PDS) anunciou que iria demitir de suas funções para que a folha de pagamento da Casa se adequasse ao que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), não ultrapassando o limite de 70% de gasto do duodécimo com o salário de pessoal, a imprensa apartidária, independente e altiva, pouco sabe a respeito dessas medidas. Segundo fontes fidedignas, a Câmara Municipal de Caruaru tem duzentos e vinte e cinco (225) assessores parlamentares. Comenta-se nos bastidores políticos da cidade, que parte desses pelegos só aparece para receberem os polpudos salários. Cada vereador tem direito a nove assessores, com salários que variam dos R$ 900,00 a R$ 1.500,00, o que representa um custo total de R$ 10.700,00 para cada gabinete. Pelo Regimento Interno da Casa, remendado ao bel prazer por Leonardo Chaves da Silva (PDS) e seus pares de aventura, o número de assessores aumenta de conformidade com os cargos ocupados pelos vereadores que compõem à Mesa Diretora. Nesse caso, o presidente tem direito a mais quatro assessores, o primeiro secretário tem direito a mais três assessores, o segundo secretário tem direito a mais dois assessores, com o mesmo procedimento para o 1° e 2º vices presidentes da Casa, somando-se ainda que o 2° vice-presidente e o 3° secretário tem direito a mais um assessor. É um bando de corruptos e corruptores esnobando as delícias do poder e sem relevantes serviços prestados ao município. É matéria para apreciação e posterior pronunciamento do insigne e honrado Ministro Joaquim Barbosa, Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) - nome dos mais proeminentes e reputados nos fóruns judicantes de todo o mundo. E que nos enche de justificado orgulho. Por outro lado, a vida sinuosa de Leonardo Chaves da Silva (PDS), que mantém indissolúvel ligação com os donos do poder executivo municipal a quarenta anos a fio, e assim ele vai faturando dez mandatos consecutivos, além de sete vezes presidente do Poder Legislativo Municipal, através de acordos intramuros, das negociatas as caladas da madrugada, em detrimento de interesses escusos, pessoal, grupal-familiar. A princípio, chegou-se a divulgar que seriam demitidos no mínimo, noventa servidores, porém o número acabou sendo diminuído. De acordo com a malandragem de Leonardo Chaves da Silva (PDS) sessenta e dois nomes que constavam na lista inicial não poderiam ser demitidos, pois estavam em gozo de férias, enquanto uma servidora estava cumprindo licença maternidade. Há ainda na cama, pardon, Câmara Municipal de Caruaru, quarenta e seis (46) servidores do quadro efetivo, além de doze (12) assessores especiais. É imperioso que o Supremo Tribunal Federal (STF) fique em sintonia com os chamados concursos públicos para preenchimento de vagas, feitos pela Prefeitura e Câmara de Vereadores de Caruaru, por não merecerem a confiabilidade do povo caruaruense. Cada vereador recebe R$ 9 mil, os marajás, e cujas esposas são chamadas de maranis nos meios sociais da cidade. Vale a pena refrescar a memória, que os atos de selvageria praticados pelo vereador Leonardo Chaves da Silva (PDS) e seus inúmeros guarda-costas no recinto da Casa Legislativa, foram alvos de repúdio e indignação da imprensa escrita, falada e televisada de todo o país, além da imprensa internacional, que não pouparam críticas contundentes. Para se ter uma ideia, Jornais da reputação do ESTADO DE S. PAULO, FOLHA DE S. PAULO, publicaram Editorias dos mais lúcidos e corajosos denunciando uma sequência de atos de vandalismo, falta de decoro parlamentar, protagonizados pelo vereador Leonardo Chaves da Silva (PDS), que vem fazendo trampolim na vida pública, sob alegações mais esdrúxulas e insuportáveis possíveis.  José Benigno – é jornalista, professor, acadêmico, analista político,  estagiário do Centro de Estudos do Desenvolvimento de São Paulo, ex-bolsista especial da Embaixada Americana, presentemente escrevendo, “O Despertar de Uma Grande Nação” e “Berço da Liberdade, Pedaço Imortal do Brasil.”Luciene Maria da Silva – Pré-universitária de Direito e de Ciências da Computação, é inventora e responsável pela estética e diagramação das matérias do Blog. É colunista adjunta de POLÍTICA DE HOJE, GENTE CHIQUE E CONEXÃO JURÍDICA, escreve com assiduidade desde 2007 para Cartas à Redação do Diario de Pernambuco.

O GRUPO DFC – DJALMA FARIAS CINTRA, QUE ENGLOBA BONANZA, MULTI DISTRIBUIDORA, BALCÃO, ALIANÇA E COMPRÃO,

O GRUPO DFC – DJALMA FARIAS CINTRA, QUE ENGLOBA BONANZA, MULTI DISTRIBUIDORA, BALCÃO, ALIANÇA E COMPRÃO, UM DOS MAIS BEM-SUCEDIDOS QUE JÁ FIGURA ENTRE AS 20 MAIORES EMPRESAS DO SETOR NO PAÍS
O renomado grupo é formado por executivos do quilate de Djalma Farias Cintra, Douglas Cintra (com destaque também no cenário político nacional), Djalma Júnior, Moises Assayag, entre os nomes de comprovado know-how


Dotado de tecnologia de ponta, o Grupo DFC – Djalma Farias Cintra, que tem investido maciçamente, vive um grande momento. Profissionais altamente qualificados chegam para juntar-se a outros valores       envidando o máximo de esforços para proporcionar maior rentabilidade à empresa que se consolida entre os maiores nomes do setor de atacado e varejo. Este é, de fato, um tempo de rápidas e fantásticas transformações que tem como objetivo principal o fortalecimento do Grupo DFC, que engloba (Bonanza, Multi Disribuidora, Balcão, Aliança e Comprão), que bem dimensiona o laborioso e dignificante trabalho levado a cabo pelo megaempresário caruaruense Djalma Farias Cintra, que integra a lista das 14 Personalidades Mais Influentes de Caruaru. Faz-se necessário um esforço conjugado para que todos estejam intimamente ligados ao processo de notável evolução da empresa que sinaliza como resultante da capacidade empreendedora do Grupo que visa alçar voos mais altos no universo econômico-financeiro do país. O renomado Grupo é formado por executivos de comprovada capacidade, larga gama de experiência e grade curricular invejável do quilate de Djalma Farias Cintra (Presidente), Douglas Cintra, Djalma Júnior, Moises Assayag, considerados os dínamos da empresa que vem se expandindo a passos largos. Para ter-se ideia abalizada do seu magnífico crescimento, a Multi Distribuidora já figura entre as vinte maiores empresas do setor no Brasil. O Big shot Djalma Farias Cintra fala com justificado orgulho do seu Grupo Empresarial, que é hoje, um dos bem-sucedidos do país. Argumenta que o Balcão está consolidado no mercado há mais de vinte e três anos – e, presente em Petrolina, desde 2009. E acaba de chegar a Salgueiro no sertão pernambucano. Com unidades em Caruaru, Recife, Campina Grande, ocupa o 2° lugar no ranking da ABAD no segmento de Atacado em Balcão a nível nacional. E acentua que o formato do Balcão se diferencia pela praticidade: o cliente varejista vai à unidade, faz suas compras e já leva os produtos na hora. José Benigno – é jornalista, professor, acadêmico, analista político, estagiário do Centro de Estudos do Desenvolvimento de São Paulo, ex-bolsista especial da Embaixada Americana, presentemente escrevendo, “O Despertar de Uma Grande Nação” e “Berço da Liberdade, Pedaço Imortal do Brasil.” Luciene Maria da Silva – Pré-universitária de Direito e de Ciências da Computação, é inventora e responsável pela estética e diagramação das matérias do Blog. É colunista adjunta de POLÍTICA DE HOJE, GENTE CHIQUE E CONEXÃO JURÍDICA, escreve com assiduidade desde 2007 para Cartas à Redação do Diario de Pernambuco.

VÁ DE CAMINHÃO PAU-DE-ARARA ASSISTIR AOS JOGOS DA COPA DO MUNDO NA ARENA PERNAMBUCO!

VÁ DE CAMINHÃO PAU-DE-ARARA ASSISTIR AOS JOGOS DA COPA DO MUNDO NA ARENA PERNAMBUCO! VÁ DE CAMINHÃO PAU-DE-ARARA! SERÁ ACESSÍVEL PELO SITE WWW.VADECAMINHAOPAUDEARARA.COM.BR QUE SURGE COMO UM ATO DE REVOLTA DA ESTUDANTE KAUANE MIRANDA DA SILVA CONTRA OS DESAFORTUNADOS POLÍTICOS DE SERRA TALHADA, GRAVATÁ E SÃO LOURENÇO DA MATA
Onde o transporte de estudantes da Zona Rural é o caminhão pau-de-arara que há mais de meio século levou Luís Inácio Lula da Silva para São Paulo, até então conhecido como o EL Dourado Brasileiro, em busca de dias melhores.
Em Gravatá, uma estudante da Escola de Referência em Ensino Médio Professor Antônio Farias (EREMPAF), Kauane Miranda da Silva, de quatorze anos apenas, cursando o 1° Ano do 2° Grau e já se preparando para os Vestibulares de Arquitetura e Engenharia Civil, em 2016, laureada anos atrás com bolsa de estudos para Cursos Profissionalizantes por Organização Não Governamental (ONGs), matéria no www.pernambuconewsblog.com.br está criando pelo Google o Site www.vadecaminhaopaudearara.com.br que surge como um ato de revolta contra os desafortunados políticos de Serra Talhada e Gravatá, onde o transporte de estudantes da zona rural é o caminhão pau-de-arara que há mais de meio século levou Luís Inácio Lula da Silva para São Paulo, até então conhecido como o EL DOURADO BRASILEIRO. Enquanto Kauane aplaude o Governo Federal pelo “Vá de Ônibus! Vá de Trem” (Metrô!) baseado em tecnologia de georreferenciamento que idêntica as melhores opções de deslocamentos entre um lugar e outro, utilizando o ônibus e o metrô como meios de transporte. Por outro lado, ela diz-se de saco cheio com o palavrório vazio no Estado da propaganda política desmedida e sem freio, das palavras vãs e das promessas descumpridas ou mal cumpridas – e não poupa severas críticas aos atuais gestores de Serra Talhada e Gravatá. Enfatiza que, em junho deste ano, São Lourenço da Mata, que é uma das subsedes da COPA DO MUNDO FIFA recebendo seleções estrangeiras na Arena Pernambuco. Pensando em facilitar a vida dos pernambucanos do Recife e Área Metropolitana, o entusiasmado ex-governador Eduardo Campos procurou dotar esta Região de uma boa infraestrutura de transportes. Mas, em contraponto, visando auferir lucros astronômicos aos seus negócios (leia-se: proprietário da empresa de ônibus metropolitana), o deputado federal José Chaves (PTB) dificulta o trajeto de turistas, visitantes e brasileiros de todos os rincões do país que vieram ao Recife sendo obrigados, “Vá de Ônibus!“ “Vá de Metrô!” Sim, de ônibus! E de ônibus pela empresa metropolitana do milionário parlamentar, de metrô para a Estação Cosme & Damião, porque o deputado trânsfuga que vem exercendo magna influência no Palácio do Governo há bastante tempo, levou para Camaragibe a Estação do Metrô de Superfície que o Governo Federal elaborou e determinou para ser construído em São Lourenço da Mata (linha norte) e Cabo de Santo Agostinho (linha sul). Para provar e comprovar a veracidade dos fatos há nos anais da Câmara Municipal de São Lourenço da Mata REQUERIMENTO aprovado por unanimidade de autoria do ex-vereador e industrial Severino Deodato, datado de 1994/1995, exigindo dos Governos Federal e Estadual, o cumprimento do projeto de construção do Metrô na Cidade de São Lourenço da Mata. Por isso, o marasmo em que a cidade se encontra mergulhada é atribuído pela falta de seriedade, transparência e competência no plano administrativo municipal, que está levando a cidade a humilhante condição de bairro de Camaragibe. E como a “menina dos olhos” de Eduardo Campos, foi, sem dúvida nenhuma, o outro lado do Capibaribe, sobre as ações governamentais que estão sendo implementados pelo atual governador João Lyra Neto, estima-se que, no contorno da BR-408, que liga o Conjunto Residencial Parque Capibaribe ao Terminal Integrado de Passageiros (TIP), Curado e Aeroporto Internacional dos Guararapes, tudo sinaliza que uma nova e ultramoderna cidade está surgindo. Mas, do lado de cá, mutilada e abandonada, repleta de bolsões de pobreza extrema, São Lourenço da Mata, por falta de planejamento técnico, científico e consciente, tornou-se um dos submundos do Grande Recife. E tudo isso, pela indiferença e equidistância da Prefeitura e da Câmara de Vereadores, que são pratos do mesmo saco. E de saco cheio, Kauane diz que o povo tem enfiado a viola no saco das insaciabilidades dos desgovernos de Jairo Pereira de Oliveira e de Ettore Labanca, vistos pela mídia como os piores gestores que já desfilaram no palco da vida político-administrativa da sagrada e imperecível São Lourenço da Mata, município que guarda no escrínio de sua historiografia, a honra de ter sido o berço dos primeiros instantes insurreiçionistas pernambucanos. A descendente do fundador de Gravatá, conclui afirmando que, é enorme o rol de medidas que atacam os efeitos e não as causas dos graves problemas sociais de Serra Talhada, Gravatá e São Lourenço da Mata. Do Sertão de Serra Talhada à Gravatá, vamos de caminhão pau-de-arara assistir a Copa do Mundo, na Arena Pernambuco, como um ato de indignação contra os políticos, prefeitos e vereadores, que relegam a mocidade das escolas a um plano inferior. Eles são incapazes de se aperceberem que a mocidade é o maior e melhor capital de que dispõe este país-continente que terá a árdua missão de governar os destinos futuros da pátria e contribuir em consonância para as soluções dos destinos do próprio mundo. José Benigno – é jornalista, professor, acadêmico, analista político, estagiário do Centro de Estudos do Desenvolvimento de São Paulo, ex-bolsista especial da Embaixada Americana, presentemente escrevendo, “O Despertar de Uma Grande Nação” e “Berço da Liberdade, Pedaço Imortal do Brasil.” Luciene Maria da Silva – Pré-universitária de Direito e de Ciências da Computação, é inventora e responsável pela estética e diagramação das matérias do Blog. É colunista adjunta de POLÍTICA DE HOJE, GENTE CHIQUE E CONEXÃO JURÍDICA, escreve com assiduidade desde 2007 para Cartas à Redação do Diario de Pernambuco.

terça-feira, 15 de abril de 2014

VEREADOR FAZ HISTÓRIA NA BAHIA, NATHAN PASSOS BRITO .


VEREADOR FAZ HISTÓRIA NA BAHIA. COM MARCANTE E PRODUTIVA PARTICIPAÇÃO NO PALCO DA VIDA PÚBLICA DE RIBEIRA DO POMBAL, NATHAN PASSOS BRITO CARIMBA COM O SEU SEXTO MANDATO CONSECUTIVO PASSAPORTE COM DESTINO ÀS ELEIÇÕES DE 2016 COMO UM DOS MAIS FORTES POSTULANTES A PREFEITURA DO MUNICÍPIO
Estrutura bem montada da família Brito, liderada pelo seu irmão Nilson Passos Brito, ex-prefeito de Ribeira do Pombal e líder político de expressão regional que está determinado a lançar as candidaturas do seu filho, Paulo Cardoso de Oliveira Brito Neto para o Parlamento Brasileiro, e a do seu irmão, Nathan Passos Brito para a Assembleia Legislativa do Estado da Bahia 

Nathan Passos Brito, que tive o magno prazer em conhecê-lo em 1977, na Cidade de Caruaru, como atuante Oficial de Gabinete do Prefeito Drayton Jayme Nejain, é bem-nascido de Ribeira do Pombal, minipolo regional em franco estágio de desenvolvimento. Com marcante e produtiva participação no cenário da vida pública da hospitaleira e progressista cidade de Ribeira do Pombal, ele carimba com o seu sexto mandato consecutivo passaporte com destino às eleições de 2016 como um dos fortes postulantes à prefeitura. E já em 2014, pela estrutura bem montada da família Brito liderada pelo seu irmão, o ex-prefeito Nilson Passos Brito, que se projeta no contexto político do Estado como líder de expressão regional, segundo fontes fidedignas está determinado a lançar a candidatura do seu filho, o jovial e brilhante advogado, Paulo Cardoso de Oliveira Brito Neto para à Câmara dos Deputados, em Brasília, juntamente com a candidatura do seu irmão, Nathan Passos Brito para à Assembleia Legislativa do Estado da Bahia. Nathan é filho do ex-prefeito Paulo Cardoso de Oliveira Brito, de saudosa memória, irmão do ex-Ministro da Justiça, Oliveira Brito, que foram homens dos mais valorosos e combativos da vida política da Boa Terra e do País. Nathan credencia-se pelos seus relevantes serviços prestados a Ribeira do Pombal como vereador e presidente da Câmara Municipal (várias vezes) como uma das melhores opções para a Assembleia Legislativa - e, em 2016, para a prefeitura do município com enormes chances de vitória - e, sobremodo, de consagrar-se na vida pública da Bahia. À frente da presidência da Casa, empreendeu a ampliação e reformas nas dependências do prédio onde funcionou à prefeitura construindo gabinetes de trabalho para a mesa diretora e toda a bancada de vereadores dotados de toda uma infraestrutura de serviços ultramodernos. O vereador-agropecuarista Nathan Passos Brito - diz que, gosta mesmo é de trabalhar em prol da comunidade pombalense. E afirma que, a sua paixão pela política advém dos tempos de sua amadurecida mocidade ao lado do seu pai, Paulo Cardoso de Oliveira Brito, que foi varão de caráter rijo e compostura perfeita, prefeito do município e exemplo raro de homem público. Nathan tem feito um balanço do seu laborioso trabalho, que em síntese, tem sido uma vida dedicada ao crescimento econômico e ao progresso social de Ribeira do Pombal. E observa como um visionário que chegou a hora de subir as escadarias da prefeitura para poder oferecer melhores condições de vida à população. Considerado o maior recordista de mandatos eletivos do município de Ribeira do Pombal, a troca de poderes poderá ser uma combinação propícia aos pombalenses. Há, neste sentido, uma predisposição generalizada cujo lema é a de criar um clima de animosidade positiva e dominante, não haverá outra escolha senão o da indicação do seu nome para postular o poder executivo municipal em 2016, como candidato respaldado pelo substancial apoio do grupo político situacionista local. Visto como um protótipo de legislador contemporâneo dos bem preparados, ele espera ampliar o raio de dimensão política da família Brito, que mantém a hegemonia do poder municipal há vários anos. Afinal, transformar Ribeira do Pombal em uma das Smart Cities que são cidades planejadas que investem em tecnologia para promover sua própria sustentabilidade - é um dos grandes objetivos do vereador Nathan Passos Brito. E concluiu afirmando que o exemplo sempre inspira e arrasta consigo os que também perseveram na busca pelos seus sonhos. José Benigno - é jornalista, professor, acadêmico, analista político, conferencista,
José Benigno – é jornalista, professor, acadêmico, analista político, estagiário do Centro de Estudos do Desenvolvimento de São Paulo, ex-bolsista especial da Embaixada Americana, presentemente escrevendo, “O Despertar de Uma Grande Nação” e “Berço da Liberdade, Pedaço Imortal do Brasil.” Luciene Maria da Silva – Pré-universitária de Direito e de Ciências da Computação, é inventora e responsável pela estética e diagramação das matérias do Blog. É colunista adjunta de POLÍTICA DE HOJE, GENTE CHIQUE E CONEXÃO JURÍDICA, escreve com assiduidade desde 2007 para Cartas à Redação do Diario de Pernambuco.